• Carreta da Saúde opera 300 cataratas em Barretos

    As Carretas da Saúde do Instituto de Olhos Fábio Vieira estiveram em Barretos, nos dias 20 e 21 de abril. Com estrutura instalada no estacionamento do Ginásio de Esportes João Batista da Rocha, o Rochão, o trabalhou superou as expectativas. Em um primeiro momento, a Secretaria Municipal de Saúde havia cadastrado 200 pessoas para fazer cirurgias de cataratas com a equipe de oftalmologistas, mas cerca de 300 pessoas foram operadas. Já os atendimentos clínicos, pularam dos 400 previstos, para 650 pessoas atendidas.

    “Receber as carretas é um orgulho. Estamos muito felizes, porque sabemos que vamos atender nossa população. É uma equipe comprometida, que nos ajudará a devolver a visão para as pessoas, e também zerar nossa demanda pelo atendimento”, destacou a secretária municipal de saúde, Naima Khatib.

    As carretas contam com estrutura interna de consultórios oftalmológicos completos, e centro cirúrgico preparado para realizar até três cirurgias simultaneamente. Já nos espaços de acolhimento, equipados com ar condicionado, cadeiras e água potável, acontecem as triagens, cadastramento e orientação aos pacientes.

    Equipe qualificada e equipamentos de alta tecnologia formam a receita para oferecer atendimento de qualidade. A cirurgia é rápida, durando menos de cinco minutos, isso porque é realizada pelo sistema de facoemulsificador, desenvolvido com tecnologia ultrassônica, que proporciona menor incisão cirúrgica e a possibilidade de colocar lentes intraoculares dobráveis. “O que me frustra é saber que muita gente fica aguardando o atendimento. Isso mostra a necessidade desse trabalho. E estamos no estado de São Paulo, imagine como é no Norte e Nordeste do Brasil. Mas o importante é que a população saia satisfeita”, destaca o oftalmologista Fábio Vilela.

    Além dele, a equipe cirúrgica foi formada por Afonso Celso das Neves e José Melo Rozatelli Neto. Também participaram da ação sete oftalmologistas clínicos e uma equipe de apoio de aproximadamente 70 pessoas. Depois da cirurgia os pacientes receberam orientações sobre os procedimentos pós-cirúrgicos, além de colírio e óculos de sol para proteção dos olhos.

    “Foi surpreendente o resultado, pelas histórias que pudemos presenciar. Gente que estava em estado crítico, e saíram de lá podendo enxergar o mundo”, pontuou o oftalmologista Afonso das Neves.

    “Temos uma satisfação pessoal muito grande de participar do um projeto, porque com ele conseguimos mostrar que, com o recurso do SUS podemos dar atendimento de primeiro mundo à população, usando o que tem melhor de tecnologia, com um time de cirurgiões com experiência enorme, e a população tem um benefício muito grande”, completa o oftalmologista Neto Rozatelli.

    “É uma estrutura grandiosa, que traz mais qualidade de vida para um grande número de pessoas. Você vê no rosto delas uma nova esperança em enxergar. É uma coisa que não tem preço. Apesar da burocracia, da dificuldade, quando se tem força de vontade é possível fazer as coisas para melhorar a vida das pessoas. Esse é o dever do homem público e das administrações”, finalizou o prefeito de Barretos, Guilherme Ávila.